• Leo Lavalle

Dicas para Criar um Bom Título



Para alguns escritores, decidir o título de uma história é a parte mais fácil e divertida. Para outros… pode ser o que trava a publicação do livro. Afinal, é compreensível que exista a pressão em resumir em pouquíssimas palavras algo escrito em dezenas ou até centenas de páginas!


Embora o famoso ditado “Não julgue um livro pela capa” tenha seu fundo de verdade em relação a julgamentos precipitados, autores de livros realmente precisam tratar com prioridade e atenção o momento de intitular um livro (afinal, seu título é a primeira impressão que o leitor tem da sua escrita!).


Um bom exemplo da importância dessa escolha é analisar a lista a seguir de “títulos originais” de livros conhecidos:

  • “Alice no País das Maravilhas”, de Lewis Carroll, quase entrou para a história com outro nome: “As aventuras de Alice no subterrâneo'';

  • “Tudo está bem quando termina bem” era o título provisório de “Guerra e Paz”, de Tolstói;

  • Originalmente, “A ilha do tesouro”, de Robert Louis Stevenson, se chamava “O cozinheiro e o mar”;

Estranhos, né? Qual você pegaria para ler? Você acha que foi a decisão certa renomeá-los? Talvez esses romances não teriam tido tanto sucesso se tivessem mantido seus títulos originais, e isso não é uma crítica ao enredo ou potencial dessas histórias, mas sim um exemplo de como vale a pena ter cuidado ao pensar em um título forte.


O título da sua obra é seu “canto da sereia”, o que vai atrair leitores em potencial para mergulhar na sua história. Mas para conseguir fisgar seu público alvo é preciso criar um bom título que gere interesse e intrigue os leitores, transmitindo um pouco do que torna seu livro diferente dos outros, mas sem entregar muito do enredo!


Ficou em dúvida de como fazer essa escolha delicada? Preparamos algumas dicas detalhadas que vão te dar confiança para encontrar o melhor título para seu livro!



Um bom título de livro é…


Evocativo

Imagine alguém andando em uma livraria, passando por centenas de livros. Como seu título pode se destacar entre os demais? Um título interessante é uma oportunidade de mostrar aos leitores em potencial um pouco de suas habilidades de escrita, através de jogos de palavras e imagens atraentes.

Uma sugestão para atingir esse objetivo é fazer a pergunta “que emoções você quer que seus leitores tenham quando lerem seu título?”, e um bom exemplo de um título que chama atenção é o do livro “Os Dois Morrem no Final”, de Adam Silvera.


Memorável

Já aconteceu de você encontrar um livro interessante mas que não consegue de jeito nenhum lembrar do título? Complicado né? Além de interessante, um título deve ter a qualidade de ser facilmente lembrado.


Único

Juntamente de provocar curiosidade e de ser fácil lembrar, um bom título consegue capturar a essência do livro. Mas cuidado: se for muito inteligente, rebuscado ou pouco claro, o título pode causar mais confusão do que vale a pena.

O objetivo aqui é usar a capacidade de sintetização e captura do tema de uma maneira clara que fará o título se destacar. Para exemplificar um título único, trago o livro “A Floresta de Mãos e Dentes”, de Carrie Ryan. Você já ouviu falar de um livro assim? Não ficou uma vontade de querer saber mais?



* Atenção! Sobre títulos de uma palavra:

Não podemos ignorar o contexto atual em que escrevemos nossas obras: nessa era de mecanismos de busca online é importante considerar as consequências de escolher um título destes.


Ao digitar um título de uma palavra em um mecanismo de pesquisa, o leitor em potencial terá acesso a uma lista com muitos resultados “relacionados”, dificultando assim achar o livro em si. Estender o título com três a quatro palavras é uma boa estratégia para tornar os resultados da pesquisa mais específicos para seu livro.



Dicas para livros de não-ficção


Narrativas não ficcionais incluem postagens de blog, artigos, biografias, resenhas, notícias, etc., ou seja, textos que buscam ir direto ao ponto do conteúdo. Se você disser a alguém o título do seu livro de não ficção e a pessoa perguntar sobre o que se trata, isso provavelmente é um sinal de que é necessário fazer mudanças no título.


Por exemplo: se você quiser dizer a alguém como tricotar um cachecol considere a princípio intitular seu livro “Como Tricotar um Cachecol”. Esse título já deve existir, então pense em adicionar ou mudar as palavras (ou considerar um subtítulo!). Por exemplo: “Tricô Simples e Fácil: Faça um Cachecol Você Mesmo”, “6 Passos para Tricotar o Cachecol Perfeito”.


Utilize Geradores de Títulos de Livros

Geradores automáticos são ótimas ferramentas para quando se está preso em algum título/palavra que não te deixa “sair da caixinha”, já que oferecem uma ampla variedade de nomes e combinações diferentes para você se inspirar e escolher! Abaixo selecionamos algumas opções de geradores:



Crie um Título que Inclua a Solução de um Problema

Essa é uma opção em que você deixa claro sobre o que seus leitores alcançarão lendo seu livro. Analise seu texto e anote as melhores soluções ou ensinamentos que seu livro oferece. Você está ensinando uma habilidade desejável? Seu livro pode resolver um problema muito difícil?


Use Subtítulos para Clareza

Como você pode abordar ainda mais sua solução inovadora no subtítulo? Quais são os maiores pontos problemáticos para os quais um subtítulo pode oferecer uma solução? Um ótimo exemplo de como um subtítulo pode complementar o título principal é visto no livro “Roube Como Um Artista - 10 Dicas Sobre a Criatividade”, de Austin Kleon.



Dicas para livros de ficção


Títulos de livros ficcionais vêm em todas as formas e formatos, geralmente contando com mais liberdade criativa do que as narrativas não ficcionais. Nesse caso, o título deve inspirar o leitor a pegar seu livro, não porque ele precisa de uma solução para um problema ou informação sobre um assunto, mas porque ele está curioso!


Uma ótima estratégia para encontrar o melhor título nessa situação é fazer perguntas para seu próprio livro:

  • Qual é o gênero da história?

  • Esta história é sobre quem?

  • Sobre o que é a história?

  • Quando sua história acontece?

  • Onde sua história acontece?

  • A narrativa é composta por algum contraste?

Gênero Literário: Qual é o gênero da história?

É recomendado usar para seu título uma linguagem que ressoe com seu gênero e público-alvo. Por exemplo, a convenção dita que um livro romântico terá uma linguagem sonhadora, enquanto um livro de ação faz mais sentido com palavras fortes e poderosas.

Ao escolher palavras-chave que melhor se adequem à sua categoria literária, se assemelhando a outros títulos de livros do mesmo gênero, os leitores conseguem ter uma ideia melhor do tipo de história que seu livro contém


Personagens: Esta história é sobre quem?

Exemplos:

  • Anne de Green Gables (L. M. Montgomery)

  • Triste Fim de Policarpo Quaresma (Lima Barreto)

  • Daisy Jones and The Six: Uma história de amor e música (Taylor Jenkins Reid)

  • O Retrato de Dorian Gray (Oscar Wilde)

* Analise qual personagem melhor transmite o que a história contará, e pense em incluir também palavras ou temas criativos que destaquem qualidades únicas do personagem, que atrairão a emoção do leitor, ou a própria jornada do mesmo!

* Entre o herói e o vilão, quem impacta mais sua história? Um antagonista formidável também pode ser um título de livro incrível!

Tema: Sobre o que é a história?

Exemplos:

  • Jogos Vorazes (Suzanne Collins)

  • A Caçada ao Outubro Vermelho (Tom Clancy)


Período: Quando sua história acontece?

Exemplos:

  • 1984 (George Orwell)

  • Mil e Uma Noites (folclore)


Cenário: Onde sua história acontece?

Exemplos:

  • O Lar da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares (Ransom Riggs)

  • O Castelo de Otranto (Horace Walpole)

  • Duna (Frank Herbert)


Ideias opostas: A narrativa é composta por algum contraste?

Exemplos:

  • Guerra e Paz (Liev Tolstói)

  • Orgulho e Preconceito (Jane Austen)


* Precisa de mais inspiração?

Às vezes o melhor jeito de encontrar um título que reflita seu estilo de escrita é tomar como referência… suas referências! Olhe para seu livro favorito e pergunte a si mesmo por que esse título parece interessante. Agora, pense em como o autor pode ter chegado a isso. Use essa mesma técnica!


Vimos várias formas de criar um título… E agora?


Até agora apresentamos várias etapas de ação diferentes para ajudá-lo a gerar ideias de títulos de livros que funcionem bem, agora siga esses próximos passos para colocar em prática!


1. Faça um brainstorming.

Quanto mais palavras e ideias, melhor! Você é sua melhor fonte de criatividade: sente-se e pense em todos os títulos interessantes que vêm à sua mente seguindo as dicas passadas: peça ajuda a amigos e familiares, use todos recursos disponíveis para você!


2. Anote as ideias e comece a reduzir a lista.

Faça isso durante algum tempo, em momentos diferentes, depois volte e faça uma primeira triagem (por exemplo, listando seus dez favoritos).


3. Faça um Top 5.

Use os requisitos listados na seção “Um bom título de livro é…” do início deste artigo. Os títulos selecionados são cativantes? É facilmente lembrado? Você sente que ele reflete a essência da sua história de forma clara?


4. Cuidado com referências indesejáveis.

O marketing de livros bem-sucedido requer um ótimo título de livro que não faça os leitores associarem o título do livro a um tópico ou grupo controverso.


5. Evite confusão com outros livros.

Certifique-se de pesquisar extensivamente o título de um novo livro para garantir que ele ainda não tenha sido usado!


6. Consiga um feedback.

As pessoas que saberão melhor o quão bem seu título “funciona” são as pessoas que escolheriam seu livro para ler! É por isso que é tão importante conhecer bem seu público-alvo desde o início.


Preferencialmente, use uma pesquisa imparcial com pessoas que você não conhece muito bem e que estão dentro do seu público para ter esse feedback. Uma opção para fazer essa pesquisa é criar uma enquete no Facebook ou no Twitter com suas opções de títulos, ou até mesmo criar um anúncio do Facebook para cada título e ver qual recebe mais cliques.



.

.

.


Gostou das dicas?


A odisseia oferece serviços de tutoria em escrita criativa, onde acompanhamos e direcionamos autores durante a escrita da obra, auxiliando nas dúvidas de escrita e ajudando as ideias a saírem da cabeça e partirem para o papel. Venha dar uma olhada e já passe para checar nossas outras redes sociais!


Confira os nossos serviços:


https://www.odisseiaconsultoria.com/tutoria-escrita-criativa

Ou siga o nosso Instagram @odisseia.consultoria !

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo