Perdido em... Casa?

O que devemos fazer quando de repente nos vemos isolados de todos, sem conseguir entrar em contato com ninguém e temendo o que pode nos aguardar lá fora? Parece uma situação familiar? Pois essa é a situação de Mark Watney, que acabou preso em Marte por um mal entendido.



Perdido em marte (The Martian) conta a história de um astronauta e biólogo que participa da missão de pesquisa Ares 3. O objetivo inicial da missão é pesquisar a superfície de Marte. Durante uma tempestade de areia, Mark Watney e os outros cinco tripulantes se vêem em uma situação de risco, decidindo então deixar o planeta, contudo, por conta de um acidente, Mark acaba sendo deixado para trás.

Sem recursos, sem comunicação, e em um planeta que não “ajuda” nenhuma forma de vida, o astronauta precisa sobreviver e encontrar uma forma de voltar para casa.




O livro de Andy Weir lançado em 2011 ganhou uma excelente adaptação cinematográfica de Ridley Scott (Alien, o oitavo passageiro), contando com Matt Damon (Gênio Indomável) no papel principal e até uma equipe de analistas reais da NASA para representar Marte com alguma exatidão. A obra foi bem aceita pelo público e elogiada por grande parte da crítica.


Diante da atual situação em que vivemos, é interessante levantar um paralelo com a situação de Mark. Em tempos de isolamento social muitas pessoas têm se sentido sozinhas, com medo do mundo lá fora e se perguntando como serão os próximos dias. Depois de um tempo até o próprio lar pode parecer um ambiente desconfortável e estranho, dando a sensação de estarmos perdidos em nossa própria casa.

Entretanto também podemos pensar que não existe hora melhor para mudar nossa perspectiva sobre as coisas e aprender um pouco com os novos problemas. No livro, Watney narra seus dias, aventuras, desafios, e até decepções em seu diário de bordo; dia após dia ele enfrenta novas situações de vida ou morte usando apenas seu conhecimento, fita adesiva e muito bom humor.


No enredo, a notícia de que Mark está preso em Marte abala o mundo todo, incentivando um esforço coletivo para salvá-lo. Talvez esse também seja um ponto em paralelo com nossa realidade. Por mais que tudo pareça perdido e certas pessoas não levem nosso problema a sério, precisamos lembrar que existem muitas pessoas a quilômetros de nós que estão trabalhando e cooperando umas com as outras em busca de uma solução.

Possivelmente a melhor coisa que podemos fazer agora é usar nossa criatividade para resolver esses novos desafios: ler um bom livro, fazer um diário de bordo, assistir um bom filme e, com muita paciência e bom humor, talvez um pouco de fita adesiva também, esperar pelo melhor.




Título original: The Martian

Autor do Livro: Andy Weir

Diretor do Filme: Ridley Scott

Ano de lançamento: 2011(Livro), 2015 (filme).

Gênero: Ficção Científica, Drama

Produtoras: 20th Century Fox/ Scott Free Productions/ Kinberg Genre/ TSG Entertainment


Odisseia - consultoria literária e linguística

Rua Sérgio Buarque de Holanda, 571 Campinas, SP