QUINTAS GRAMATICAIS: Gírias



Olá pessoal!

Vamos tratar hoje de um assunto muito presente no nosso cotidiano: as gírias.

As gírias são expressões não convencionais na norma culta (por esse motivo, muitos gramáticos se posicionam contra elas) que são aceitas por determinados grupos sociais. Geralmente, a palavra ou expressão empregada está em um sentido figurado. Sendo informais, elas não podem ser usadas em qualquer contexto, assim, retomamos a ideia de que, como falante, você deverá adequar a sua linguagem.

Mas, atenção! Isso não significa que as gírias são erradas ou inaceitáveis. Vai depender do contexto de uso. Seria no mínimo pedante se você utilizasse mesóclise em uma conversa com seus amigos, não é? Você iria “estar na Disney”, é isso.

As gírias são muito significativas para um grupo de pessoas, por isso muitas vezes você lê ou escuta algo e não o entende. Elas também são relativamente efêmeras: por estarem relacionadas a um contexto informal e oral de um determinado grupo, elas podem mudar de significado com o passar do tempo. “Broto”, por exemplo, já foi utilizado para designar uma pessoa bonita, mas hoje é mais fácil utilizarmos a expressão “10/10”.

Por fim, as gírias também podem surgir de neologismos, assunto que já tratamos aqui no blog. É o caso dos verbos “stalkear” e “shippar”. Confere lá!

Até a próxima quinta!

Odisseia - consultoria literária e linguística

Rua Sérgio Buarque de Holanda, 571 Campinas, SP