QUINTAS GRAMATICAIS: Silepse




O tema dessa quina gramatical é nada mais nada menos que a silepse. Uma figura de linguagem também intitulada como concordância ideológica, já que se caracteriza por fugir da concordância natural, não seguindo a risca as regras gramaticais. Em outras palavras, a concordância da frase não é feita a partir das palavras na oração, mas sim com uma ideia subentendida. Existem três tipos de silepse: número, gênero e pessoa.


Silepse de número:

Basicamente, é quando existe uma discordância entre o singular e o plural nas orações.

1-"Ninguém quer comprar. Se ainda estamos aberto é por honra da firma." (José J. Veiga)

2-“Povoaram os degraus muita gente de sorte." (Camilo Castelo Branco – silepse de número)


Silepse de gênero:

Discordância entre o gênero feminino e o masculino.

1- "Está é uma pessoa ouvindo missa, meia-hora o cansa e o atormenta e faz romper em murmurações".

2- “Conheci uma criança... mimos e castigos pouco podiam com ele.” (Almeida Garret – silepse de gênero)


Silepse de pessoa:

Surge de uma discordância entre a terceira pessoa do plural e primeira pessoa do plural (sujeito e verbo, respectivamente)

"Enfim, lá em São Paulo todos éramos felizes graças ao seu trabalho (...)" (Rubens Braga)


Odisseia - consultoria literária e linguística

Rua Sérgio Buarque de Holanda, 571 Campinas, SP

(19) 996 356 627