Um conto de Claudio Daniel

Cada escrita tem um estilo diferente e cada detalhe do texto pode ter diversos significados não só para quem interpreta, mas também para quem produz. A ausência de caixa alta ou pontuação, o uso de cores e grifos nas palavras, o espaço entre as letras, a escolha da forma pela qual o texto se apresenta pode interferir na maneira como ele é recebido pelo público, mas também pode conduzir diferentes maneiras de o autor pensar o próprio texto.


Não há maneira certa ou errada de escrever, nem regras para seguir ou estratégias para evitar. A escrita é livre e assim como a circulação de um texto pode passar por diversos meios, o texto pode adotar diversos formatos. Tudo pode ser flexível e sair da zona de conforto, ou do que tende a ser mais comum, pode ser uma boa forma de pensar o mundo por outra perspectiva — tanto para quem lê quanto para quem escreve.


O poeta, tradutor e ensaísta brasileiro Claudio Daniel tinha isso em mente ao produzir Gavita, Gavita, um conto publicado na coletânea Romanceiro de Dona Virgo (2004), que usa parênteses, barras e ausência de caixa alta para contar uma história. O conto foi publicado em uma das edições da Revista Zunái, onde o autor é também co-editor.


Leia Gavita, Gavita, de Claudio Daniel, aqui.

A Revista Zunái é um periódico eletrônico de textos literários, fotografia e outras produções visuais. Seu foco está principalmente na criatividade poética e nos ensaios sobre temas culturais, traduções, e entrevistas. Fundada em 2003 por Claudio Daniel, atualmente editor de conteúdo, e Rodrigo de Souza Leão (falecido), com projeto de arte de Ana Peluso, atualização de Mariza Lourenzo, e edição multimídia de Andréia Carvalho Gavita, a Zunái tem 16 anos e conta com corpo editorial internacional, com membros brasileiros, argentinos, angolanos, chilenos, estadunidenses e mexicanos.

As publicações da Zunái são feitas a cada quatro meses. Você pode acessar todas as edições aqui, na plataforma da revista.

Textos ou artes podem ser submetidos à publicação por aqui.


. . .


Literatura acessível é um projeto da Odisseia Consultoria que tem como objetivo contribuir para a ampliação do alcance da literatura no Brasil, assim como a disseminação da produção literária de autores e autoras em todo o país. Para tanto, todas as sextas-feiras, a Odisseia divulga textos literários disponíveis na internet para acesso gratuito. Porque nem sempre é possível adquirir material literário por meios convencionais, mas não deveria ser necessário ter dinheiro para poder apreciar literatura. É um passo pequeno, mas é um começo. Se inscreva no nosso blog e faça parte dessa iniciativa!

Odisseia - consultoria literária e linguística

Rua Sérgio Buarque de Holanda, 571 Campinas, SP